Pense e Viva

O Quadro dos Sonhos

Estava fazendo uma busca pela internet, quando me deparei com a seguinte frase: “Não seja empurrado por seus problemas, seja conduzido pelos seus sonhos”. Diante de uma afirmação tão precisa, me senti impulsionado a escrever a respeito desse assunto.

Não podemos viver olhando para o passado, precisamos viver o presente, mirando o futuro. Os sonhos fazem parte desse processo. Não falo daqueles sonhos que temos quando dormimos, mas daqueles que visualizamos enquanto estamos acordados. Não podemos escolher o que vamos sonhar quando nos deitamos, mas podemos escolher o que sonhar quando levantarmos. Para mim, sonhar é exercitar a fé, é ver realizado aquilo que ainda não existe.

Um dos maiores sonhadores que esse mundo já teve chamava-se Walt Disney. Esse homem que chegou a ser despedido de um jornal onde trabalhava, por “não ter imaginação nem boas idéias”, viveu o resto da sua vida mostrando que é possível realizar sonhos quando se têm fé e perseverança. Ele não se deixou abater pelo fracasso nem pelo rótulo que o puseram quando o demitiram, pelo contrário, usou isso como motivação para vencer. Entre tantas frases creditadas a ele, encontramos grandes verdades como esta: “Um dia aprendi que sonhos existem para tornar-se realidade”. E, desde aquele dia, já não durmo para descansar. Simplesmente durmo para sonhar.

Walt Disney morreu antes de inaugurar o seu primeiro parque, mas até hoje, milhares de pessoas ao redor do mundo sonham em conhecer aquilo que ele um dia sonhou. No dia da inauguração do parque, o engenheiro responsável estava acompanhando a viúva de Walt Disney e expressou a ela sua profunda tristeza por Walt não ter visto o parque terminado, ao que ela lhe consolou dizendo que Walt havia visto tudo aquilo pronto, antes de qualquer outra pessoa, e antes mesmo de as obras terminarem. Essa é a natureza dos sonhadores, realizar no mundo físico aquilo que já existe dentro deles.

Uma pessoa começa a morrer no dia em que para de sonhar. O sonho é como um combustível nos impulsiona e nos fortalece, nos motiva a seguir lutando, faz valer a pena todo esforço, é uma voz que grita: Você tem que seguir em frente!

Mas sonhar é apenas o começo da realização. Todo sonho precisa de uma boa dose de atitude. Sonhar sem agir na direção daquilo que se sonha, chama-se utopia. Mesmo quando o sonho pareça algo impossível, e humanamente falando não houver nada que possa ser feito, será necessário ter uma atitude, será necessário ter fé, será necessário crer. Jesus disse que “tudo é possível ao que crê”.

A primeira atitude é saber quais são os sonhos que você quer que se realizem, e focar neles. Muitas pessoas abandonam os seus sonhos porque simplesmente se esquecem do que sonharam um dia. Querem tudo, mas não focam em nada, todo dia sonham algo novo sem nunca ter realizado nenhum dos sonhos anteriores.

Faça um “quadro dos sonhos”. Defina o que você quer que se realize na sua vida e deixe isso bem ao alcance dos seus olhos. Cada vez que você olhar para ele, saberá em que direção devem ir as suas atitudes e as suas orações. Um quadro dos sonhos ajudará você a manter o foco.

Mas também é importante que você saiba que todo sonhador enfrenta oposições. Cuidado para quem você conta os seus sonhos. Ciúmes, inveja e interpretações erradas podem aparecer tão logo o seu sonho se torne público. A bíblia nos conta uma história onde isso fica bem claro:

“E sucedeu que, passado algum tempo, Ana concebeu, e deu à luz um filho, ao qual chamou Samuel; porque, dizia ela, o tenho pedido ao Senhor”. (1 Samuel 1:20)

É provável que você conheça a história de Ana. Num tempo em que era comum o homem ter mais de uma mulher, a esterilidade era algo decepcionante e atormentador. Estar impossibilitada de gerar filhos era motivo de vergonha e sofrimento. Ana era estéril, mas não se conformou com isso. Ela tinha um sonho e não desistiu enquanto não viu seu sonho se realizar. O versículo acima nos fala desse momento, mas a história completa relata tudo o que Ana enfrentou por causa do seu sonho. (1 Samuel 1: 1-20)

Ela teve que crer no impossível. Humanamente falando ela não poderia ter filhos. Porque sonhar com aquilo que você não terá condições de ter? Simples, porque quando você não pode, Deus pode! Não há impossíveis para Deus, e isso é algo que você deve lembrar sempre.

Ela teve que enfrentar a concorrência. Enfrentou o deboche da outra esposa de seu marido. “E a sua rival excessivamente a provocava, para irritá-la; porque o Senhor lhe tinha cerrado a madre. E assim fazia ele de ano em ano. Sempre que Ana subia à casa do Senhor, a outra a irritava; por isso chorava, e não comia”. (1 Samuel 1:6,7) Teus sonhos podem provocar ciúmes ou ameaçar a posição de alguém. Por isso muitas vezes alguém se levanta contra, debochando da tua realidade, com o intuito de te desanimar e te fazer parar de sonhar. Siga em frente, não se deixe abalar por palavras ou atitudes que te puxem para baixo.

Ana não perdeu seu foco. “Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos”? (1 Samuel 1:8 ) Ana sabia o que queria. Seu marido se apresenta como um motivo suficiente para ela ser feliz, para ele, ela não precisava ter um filho para viver alegre. Ás vezes, até mesmo as pessoas mais chegadas a você tentarão te fazer desistir daquilo que você tanto quer, apontando para coisas que você já tem.

Ela também foi mal interpretada. “E sucedeu que, perseverando ela em orar perante o Senhor, Eli observou a sua boca. Porquanto Ana no seu coração falava; só se moviam os seus lábios, porém não se ouvia a sua voz; pelo que Eli a teve por embriagada”.(1 Samuel 1:12,13) Ao orar no templo, Ana era observada pelo sacerdote Eli, que equivocadamente a julgou estar embriagada. É bem provável que algumas pessoas que observam a tua caminhada em busca do teu sonho digam que você bebeu, usou alguma droga ou está louco. Teu sonho pode parecer loucura para os outros. Deixe que eles interpretem como quiserem, mas não deixe de sonhar.

Ana foi perseverante. Ela ia todos os anos ao templo orar ao Senhor. Há sonhos que se cumprem rápido, outros demoram um pouco mais, mas o tempo não pode ser mais forte que a tua perseverança. Enquanto o sonho não se realiza, continue agindo, continue crendo, continue orando.

Deus realizou o sonho de Ana e ela entregou o seu sonho á Deus. Samuel, o filho sonhado, foi entregue ao Senhor para servir no templo. O menino cresceu se tornou um sacerdote respeitado, ungiu os dois primeiros reis de Israel, Saul e Davi, e foi um líder muito importante para o seu povo.

Deus quer realizar os teus sonhos também. Deus quer que a tua alegria seja completa, mas, além disso, Ele quer que a realização dos teus sonhos alcance muitas outras pessoas que também precisam dessa alegria.

Não desista de sonhar, faça um quadro dos sonhos, e a cada sonho realizado coloque uma nova figura no seu quadro, deixe ele sempre cheio. E no dia que você partir dessa vida para a eternidade, teu quadro dos sonhos servirá de inspiração para os que ficarem, e muitas pessoas, assim como os que hoje se divertem na Disneylândia, realizarão seus sonhos por causa de alguém, que um dia aprendeu que sonhar é colocar a fé em ação, e que tudo é possível ao que crê.

Pense nisso e ponha em prática.

Que o Senhor Jesus te abençoe.

*** Quadro dos sonhos: inspirado no projeto da coach e nutricionista Claudia Rossini, juntamente com a equipe da Tabeel Contabilidade. Certamente vocês colherão os frutos desse trabalho.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Alguns campos com * são obrigatórios.








AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na leitura acima, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.