Pense e Viva

Não é hora de lavar as redes!

“E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré;
E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes.
E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão.
E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar.
E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede.
E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede.
E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique”.
(Lucas 5:1-7)

Esse texto é pra você que têm lutado exaustivamente para conquistar algo; é pra você que está cansado de tanto tentar sem ver resultado; é pra você que já fez tudo o que tinha que ser feito, mas não vê acontecer nada que lhe traga alegria, é pra você que está convencido de que não há mais nada que possa ser feito e está propenso a desistir.

Espere mais um pouco, algo ainda pode acontecer! O texto de Lucas 5:1-7 me incentiva a lhe dizer isso.

Analise comigo a situação: Jesus chega para começar a ensinar no momento em que um grupo de pescadores está encerrando sua jornada de trabalho. O texto diz que eles estão “lavando as suas redes”. Estavam encerrando ali uma jornada fracassada, trabalharam durante toda uma noite e não pegaram nada.

Lavar as redes significava dar a tarefa por encerrada, era o mesmo que dizer: chega, acabou! Hoje o fracasso nos venceu. Fizemos tudo o que era preciso e possível ser feito, mas não adiantou.

Quantas vezes você já se sentiu assim? Com a sensação de que não há mais nada a ser feito a não ser desistir? Quantas vezes você já sentiu o gosto amargo da derrota?

Era exatamente assim que os pescadores se sentiam. Desanimados, eles lavavam as suas redes. Mal sabiam eles que seu entendimento seria desafiado naquela manhã, a partir daquele dia eles aprenderiam que nenhuma lógica ou experiência humana é mais poderosa do que o agir de Deus.

Nada termina enquanto Deus não determina! Enquanto eles estavam terminando, Jesus estava só começando.

Como primeira ação, Jesus pede a um dos pescadores que lhe empreste o seu barco para servir de “púlpito”. Um barco não é construído com esse objetivo, um barco é feito para pescar e não para pregar. Talvez Simão tenha pensado: “era só que me faltava, além de não pescar nada ainda vou ter que emprestar o meu barco para um pregador”.

Mas emprestar o barco foi a senha para o milagre. Antes de Jesus resolver o problema dos pescadores, Ele queria resolver o problema dos pecadores! Antes de suprir a necessidade daquilo que eles não tinham, Jesus usa aquilo que eles tinham. Naquela manhã aquele barco era sinônimo de fracasso, mas Jesus precisava dele para ensinar a multidão.

Nosso aparente fracasso serve como ensinamento para muita gente. Assim como o barco de Simão, as circunstâncias da nossa vida mostram a muitos que tudo pode mudar quando Jesus está no controle.

Após usar o barco como plataforma de ensino, chega a hora de vencer o fracasso. Depois de usar nossas experiências dolorosas e fracassadas para mostrar que Ele têm a última palavra, Jesus muda a nossa história.

Muita gente quer primeiro receber o milagre para depois entregar o barco. Não funciona assim, Jesus não nos seduz com presentes, Ele não nos compra com milagres, o que Ele faz é honrar a nossa fé.

Jesus ensinou uma multidão naquela manhã, mas era Simão quem Ele queria ensinar em particular. Jesus queria dar experiência para aquele homem que mais tarde se chamaria Pedro e seria um dos seus apóstolos. Por isso Jesus lhe dá uma ordem: “faze-te ao mar alto e lançai as vossas redes”.

Quem mais conhecia de pesca do que Pedro? O local aonde poderiam estar os peixes, a hora apropriada para pescar; Jesus estava desafiando a experiência e o entendimento humano de Pedro e ensinando-lhe uma grande lição: o agir de Deus não está condicionado ao tempo cronológico, nem as forças da natureza e muito menos à lógica humana.

Ele sabe a direção, Ele sabe o momento. Pedro entendeu isso: “E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede”.

Se Jesus falou, faça! Mesmo que a Sua ordem desafie totalmente o seu entendimento. Se Ele diz pra ir com Ele até as águas profundas, vá!  Certamente é lá que estarão os maiores peixes. Obedeça, mesmo que pareça ser pouco provável.

E derrepente, as redes se encheram de peixes, e quase se romperam devido ao tamanho do milagre.

Se você entregar á Jesus a sua vida, os seus sonhos, as suas lutas, Ele ensinará a muitos através de você. E se você obedecer a Ele, certamente terá um testemunho de vitórias pra contar.

Por isso não desanime, não desista, ainda não é o fim. Jesus pode estar só começando a realizar o milagre que você tanto espera. Você está pensando em parar? Jesus está lhe dizendo: Tente mais uma vez!

Após uma grande frustração, pode acontecer um grande milagre. Não lave já as suas redes, você ainda vai precisar delas!

Pense nisso e ponha em prática.

Que o Senhor Jesus te abençoe.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Alguns campos com * são obrigatórios.








AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na leitura acima, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.