Pense e Viva

Leve o lixo para fora

Tenho o hábito de dormir bem tarde, dificilmente durmo antes da meia noite. Fico lendo as noticias do dia, as páginas esportivas, blogs cristãos e sites de gastronomia, pois cozinhar é meu hobby preferido.

Pelo menos três vezes por semana o silêncio desta minha rotina noturna é quebrado por um barulho familiar. O ronco de um motor, o ruído de uma prensa compactadora e vozes de pessoas… É o pessoal da coleta de lixo realizando o seu trabalho.

Enquanto muitos dormem, eles trabalham, levando embora todo o lixo produzido nos lares. Enfrentando o mau cheiro e o perigo de uma contaminação, eles fazem um trabalho que muitas só valorizamos quando eles decidem fazer alguma paralisação. O lixo começa a acumular, o cheiro desagradável começa a se espalhar pelo ar atraindo moscas e pequenos roedores, e então começamos a pensar: e agora, como vamos fazer para nos livrar de todo esse lixo?  Nessa hora bate uma saudade de ouvir aquele barulho na madrugada! Onde estarão os bravos trabalhadores da coleta?

É muito cômodo ter esse serviço à nossa disposição, embora o contribuinte pague por ele, é muito barato comparado com a sua importância e utilidade. Ter alguém que se encarregue de dar um destino a todo o lixo que você produz, de levar embora tudo aquilo que você descarta, não têm preço.

Mas para que o pessoal da coleta leve todo o seu lixo embora, é necessário que você faça algo: você precisa colocar o lixo do lado de fora da sua casa, na calçada, ou na lixeira do seu prédio. Nenhum funcionário da coleta irá tocar o seu interfone e perguntar se tem algum lixo que você queira se desfazer, a iniciativa de se livrar daquilo que não presta deve ser sua.

Mas ainda assim, mesmo que você leve o lixo para fora, há um tipo de lixo que o pessoal da coleta não leva embora: é o lixo da nossa alma! Esse é um tipo de lixo perigoso, mais tóxico e nocivo do que qualquer outro, e precisa ser descartado de nossa vida o quanto antes.

Muitas vezes relutamos em admitir que temos esse tipo de lixo dentro de nós, mas quando damos nomes a eles, percebemos que temos bem mais do que imaginávamos. Eles atendem pelo nome de Ódio, Mágoa, Rancor, Falta de Perdão, Inveja, Ganância, Cobiça, Vingança, Ira, Mentira, Dissimulação, Inferioridade, Auto Piedade, Arrogância, Prepotência e muitos outros.

“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia. Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniquidade”. (Mateus 23:27-28)

A boa notícia é que existe alguém especialista em dar fim a esse tipo de lixo, seu nome é Jesus Cristo! Ele espera que levemos até a Sua presença tudo aquilo que está dentro de nós e nos faz mal. Ele quer levar de nós tudo aquilo que nos faz viver em hipocrisia, tudo aquilo que pode nos contaminar, e pior que isso, nos transformar em um proliferador de doenças.

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida”. (Provérbios 4:23)

Quando entendemos o que Cristo fez por nós na cruz e entregamos nossa vida a Ele, passamos a viver um processo de conversão; deixamos de fazer coisas erradas que antes fazíamos e passamos a agir de maneira correta segundo a Sua palavra. Começamos a guardar o nosso coração como nos orienta o texto de provérbios 4:23, deixamos de trazer lixo para dentro de nós, porque aquilo que está dentro de nosso coração se transformará em atitudes, mas muitas vezes não damos um fim ao lixo que já estava dentro de nós quando fizemos uma aliança com o Senhor. Cuidamos do presente sem resolver o passado. E se esse lixo continuar lá, uma hora ele também sairá, e nossas atitudes não serão condizentes com nossas palavras.

Há um programa na TV a cabo chamado “Acumuladores”. Esse programa conta a história de pessoas que tem o hábito de guardar coisas e da dificuldade que elas têm em se desfazer delas, que na maioria das vezes não tem valor nenhum, são nocivas e tiram o espaço que poderia ser ocupado por coisas bem mais produtivas.

Muitas vezes agimos dessa forma, “guardamos” coisas dentro de nós com o discurso de que um dia elas poderão ter alguma utilidade. Guardamos palavras que nos feriram, humilhações, brincadeiras de mau gosto, para em tempo oportuno, usá-las contra nossos agressores; guardamos tristezas, decepções e culpas, que se não forem jogadas fora apodrecerão dentro de nós, é como tomar veneno e esperar que o outro morra.

É necessário fazer uma faxina, é necessário clamar ao nosso ajudador Espírito Santo que nos mostre se há algum lixo dentro de nós que ainda não percebemos, e que nos convença a ter atitude para leva-los à presença do Senhor. Às vezes o óbvio é a coisa  mais difícil de se enxergar.

O pessoal da coleta passa na minha rua três vezes por semana durante a madrugada.  Jesus nos limpa e nos purifica a qualquer hora, não importa o dia, faça chuva ou faça sol, basta você clamar e levar o seu lixo até a presença Dele.

Da próxima vez que ouvir o barulho do caminhão da coleta, aproveite também para examinar o seu coração.

Pense nisso e ponha em prática.

Que o Senhor Jesus te abençoe.

 

 

 

2 ComentáriosDeixe um comentário

  • Fiquei impactado com esse texto, o blog tem me ajudado muito. Linguagem clara,e de uma profundidade fora do comum.

  • Olá Felipe. Que bom que o conteúdo do blog têm sido útil pra você.
    Obrigado por acessar sempre e compartilhar os textos no facebook.
    Que o Senhor te abençoe grandemente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Alguns campos com * são obrigatórios.








AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na leitura acima, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.