Pense e Viva

Deus Está no Controle!

Recebemos uma palavra da parte de Deus. Um versículo bíblico nos salta a vista, a letra de uma canção queima em nosso coração, a pregação de uma mensagem traz ao nosso espírito a convicção de que Deus falou conosco. Algo grandioso Deus irá fazer na nossa vida e através dela. O passo seguinte é tentar entender como isso irá acontecer. Como num roteiro de filme, ficamos imaginando como serão as próximas cenas. Como quem monta um grande quebra cabeças, tentamos adivinhar como as peças se encaixarão na sequência até que tudo esteja completo. Sonhamos com um roteiro tranquilo, onde cada etapa se cumpra perfeitamente, sem sustos ou contratempos, e de preferência de forma rápida.

Mas esses roteiros perfeitos, com raras exceções, não passam de sonhos. Geralmente o cumprimento de um sonho ou de uma profecia é um processo onde nossa fé é desafiada ao extremo. Do início do processo até o cumprimento dele, há um longo caminho a ser trilhado, e na maioria das vezes as peças não se “encaixam” como planejamos. É comum nos deparamos com circunstâncias onde a realidade presente é oposta ao propósito sonhado, o que se vê é totalmente contrário ao que se espera. E é nessas horas que nossa fé é provada.

A bíblia diz que não vivemos por vista, mas por fé (2 Coríntios 5:7) e também nos diz que a fé é a certeza daquilo que ainda não vimos, mas que esperamos (Hebreus 11:1). O grande problema é que tentamos entender o agir de Deus com nossa mente limitada. Fomos ensinados que as coisas não podem dar errado na vida daqueles que tem a Cristo como seu Senhor.

E quem disse que as coisas estão erradas quando não acontecem do jeito que planejamos? O que diremos a respeito do que Paulo fala nesse texto? “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. (Romanos 8:28)

Esse talvez seja um dos textos mais desafiadores da bíblia. Paulo diz que há uma “conspiração santa”, tudo contribui em conjunto para o nosso bem. Tudo significa “tudo”, inclusive as coisas que não gostamos ou que não entendemos porque acontecem. É difícil acreditar que um prejuízo ou uma derrota sirva para o nosso bem, como entender que benefício uma enfermidade pode nos trazer, como continuar acreditando “naquela” palavra diante de um quadro contrário?

A resposta está no restante do versículo de Romanos 8:28 ”Para o bem daqueles que amam a Deus”. O final feliz não é garantido a todos. A “conspiração santa” trabalha para o bem daqueles que amam a Deus. Amar a Deus é muito mais do que proclamar palavras a Ele, amar a Deus consiste em obedecer a vontade Dele acima da nossa própria vontade. Jesus expressa essa verdade no evangelho de João: “Se me amais, guardai os meus mandamentos”.
(
João 14:15)

Até as coisas que parecem ser ruins são usadas por Deus para a realização do propósito que Ele determinou para nós. No final tudo dará certo para aqueles que permanecerem fiéis, para aqueles que não desistirem do sonho nem se deixarem vencer pelas circunstâncias, para aqueles que entregaram o “volante” da sua vida para Deus e tem a convicção de que Ele está no controle.

Há uma história na bíblia que ilustra bem essa verdade, é a história de José do Egito, relatada entre os capítulos 37 e 50 de Gênesis, certamente você a conhece. Do momento em que José conta os seus sonhos para seus irmãos e seu pai até o momento da realização deles, muito tempo se passa, e durante esse tempo coisas “terríveis” acontecem com ele. Terríveis aos olhos humanos, mas necessárias aos olhos de Deus. Sem esses acontecimentos tristes e dolorosos José jamais teria chegado aonde chegou, exatamente aonde Deus queria que ele chegasse, muito além do que ele imaginava chegar. Após relatar seu sonho onde ele era maioral sobre sua família, José foi jogado numa cova, vendido como escravo, acusado de assédio sexual, preso e esquecido por quem ele ajudou na prisão. Nada do que estava acontecendo com José animava alguém a crer que ele um dia seria maioral sobre alguma coisa. A história do moço era pura desgraça, tudo dava errado, mas ele continuou acreditando, continuou fiel até o fim. José teve oportunidade de “dar um jeitinho” quando a mulher de Potifar lhe assediou, poderia ter se feito de bobo quando os colegas de prisão lhe contaram seus sonhos, mas ele preferiu se manter fiel e escolheu continuar acreditando em sonhos. A mentira da mulher o colocou na prisão, e foi na prisão que ele interpretou o sonho do copeiro e do padeiro, e de lá saiu para o palácio, para interpretar o sonho de faraó.

José se tornou “especialista” em sonhos, mesmo com tudo dando errado. Ele sabia nas mãos de quem estava o controle da sua vida, sabia que o Deus que havia lhe dado o sonho não falharia. Sonhos fizeram com que ele passasse por maus bocados, mas foi um sonho que o levou a ser um dos homens mais importantes da terra.

Se você estivesse no lugar de José, continuaria acreditando no seu sonho? Antes de responder a essa pergunta, você precisa ter certeza de quem está ao “volante” da sua vida, quem tem o controle da tua história. Se a resposta for DEUS, então tudo “cooperará juntamente para o seu bem”. Se a sua vida pertence a Deus, mesmo que aconteçam coisas desagradáveis e indesejadas, no fim tudo dará certo.

Temos o costume de “demonizar” tudo que nos acontece de ruim. Muitas vezes algo que não gostamos é a forma que Deus escolheu para realizar o seu propósito. Se José não houvesse sido preso, jamais saberiam que ele interpretava sonhos e ele jamais teria chegado aonde chegou.

Precisamos entender que nossos sonhos e projetos são “parte” de um propósito muito maior da parte de Deus. José sonhou que seria maioral sobre a sua família, o propósito de Deus foi torna-lo maioral sobre uma nação. Abraão pediu um filho para Deus, o propósito de Deus era torna-lo pai de um povo.

Os sonhos e propósitos de Deus são sempre maiores que os nossos. Ainda que as circunstâncias tentem nos mostrar o contrário, tudo coopera para o nosso bem, tudo trabalha juntamente para que o propósito de Deus se cumpra em nossa vida. Coisas boas e outras nem tanto, fazem parte de um todo que no final dará certo. Se ainda não deu certo é porque ainda não chegou ao fim.

Aquilo que não entendemos hoje é necessário para o que veremos realizado no futuro. Passe o tempo que passar, o que Deus prometeu se cumprirá. Não desanime diante das circunstâncias, continue fiel, demonstre o seu amor por Ele obedecendo a Sua vontade, e acima de tudo, continue crendo.

Não crie um roteiro para Deus cumprir, cumpra o roteiro que Ele escreveu pra você. Sente-se no banco do carona e deixe que Ele dirija, curta a viagem, mesmo que a estrada tenha alguns obstáculos. Entregue o volante a Ele, se Ele estiver no controle, você chegará ao destino.

Pense nisso e ponha em prática.

Que o Senhor Jesus te abençoe.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Alguns campos com * são obrigatórios.








AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na leitura acima, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.