Pense e Viva

De repente !

“E, soprando o sul brandamente, lhes pareceu terem já o que desejavam e, fazendo-se de vela, foram de muito perto costeando Creta.
Mas não muito depois deu nela um pé de vento, chamado Euro-aquilão.
E, sendo o navio arrebatado, e não podendo navegar contra o vento, dando de mão a tudo, nos deixamos ir à toa”.
(Atos 27:13-15)

 Nossa alma gosta de acomodação. Mudanças repentinas nem sempre são bem vindas. Preferimos saber das coisas com certa antecedência e nos preparar para elas. Os “de repentes” da vida nos causam apreensão e temor, e se estiverem acompanhados de algo ruim, testam a nossa fé. Paulo estava num navio e o vento sul soprava suavemente, tudo corria bem, tudo de acordo com o planejado, quando de repente o vento muda, e a viagem até então tranquila se torna um desafio.

A verdade é que nunca estamos prontos para os “de repentes”, mas eles acontecem.

Todos os dias vidas são afetadas, projetos são interrompidos e histórias chegam ao fim, atingidos por algum “vento” inesperado.

No caso de Paulo, o vento da mudança chamava-se Euro-Aquilão, em nosso cenário ele atende por vários nomes: Morte, enfermidade, desemprego, divórcio, falência, entre outros. Circunstâncias que ninguém, ao iniciar a viagem, planeja enfrentar, mas que aparecem de repente, no decorrer do caminho. Por mais que saibamos que eles podem ocorrer, nunca estamos suficientemente prontos para enfrentá-los.

E então nos perguntamos: O que fazer quando o de repente acontece?

O impacto da nova realidade muitas vezes paralisa, o novo cenário desorienta e desanima, mas algo precisa ser feito.

“E, andando nós agitados por uma veemente tempestade, no dia seguinte aliviaram o navio”. (Atos 27:18)

Nessa hora precisamos determinar quais são as prioridades e aliviar a carga: “Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós”. (1 Pedro 5:7)  

É preciso entregar a Jesus toda a ansiedade e todo o medo. Os “de repentes” podem abalar nossa alegria e a nossa motivação, mas nunca a nossa fé e a nossa esperança.

Por mais tenebroso que seja, e ainda que algo precioso pereça, você permanecerá. Isso não representa o seu fim, Deus ainda não terminou a tua história. “Mas agora vos admoesto a que tenhais bom ânimo, porque não se perderá a vida de nenhum de vós, mas somente o navio. Porque esta mesma noite o anjo de Deus, de quem eu sou, e a quem sirvo, esteve comigo, dizendo: Paulo, não temas; importa que sejas apresentado a César, e eis que Deus te deu todos quantos navegam contigo.
Portanto, ó senhores, tende bom ânimo; porque creio em Deus, que há de acontecer assim como a mim me foi dito”. (
Atos 27:22-25)

Paulo sabia que iria chegar a Roma, sabia que sua história não acabaria ali.

Não desanime, não desista. Se de repentes acontecem trazendo problemas, eles também acontecem mudando as coisas para melhor.

Nenhuma situação permanecerá ruim para sempre, Deus tem a palavra final, de repente Ele pode enviar uma palavra e tudo mudará:

De repente pode vir uma palavra da parte de Deus e toda escuridão se transformar em luz, colocando em ordem todo o caos!  “E disse Deus: Haja luz; e houve luz”. (Gênesis 1:3)

Basta uma palavra, e de repente aquilo que estava morto pode reviver:  “E, tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora. E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir”. (João 11:43,44)                                        !

De repente, o fracasso dá lugar ao sucesso: “Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, tendes alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não. E ele lhes disse: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes”. (João 21:5,6)                                  

Basta uma palavra Dele para tudo mudar! Paulo sabia disso, ele conhecia Aquele que tinha poder para mudar circunstâncias, ele conhecia Aquele que ordenava e a natureza obedecia:

“E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança. E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé?
E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: Mas quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem”? (
Marcos 4:39-41)

Você foi pego de surpresa por algum de repente? Algum vento inesperado soprou contra a sua vida deixando você desesperado sem saber o que fazer?

Você sabia que os aviões sempre decolam contra a força do vento? A força contrária é fundamental para fazê-los subir.

Comece aliviando a carga e suba até a Sua presença. Lance sobre Jesus tudo aquilo que você não pode e não deve carregar, e anime-se: Sua história ainda não terminou!

Pense nisso e ponha em prática.

Que o Senhor Jesus te abençoe.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Alguns campos com * são obrigatórios.








AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na leitura acima, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.